PROGRAMA DE REABILITAÇÃO CARDÍACA

Ana Paula Ferraz de Oliveira, João Guilherme Alves da Silva, Ana Paola Porciuncula Beltrão González Montes

Resumo


O programa de reabilitação cardíaca (PRC) refere-se ao conjunto de processos de intervenção necessários para assegurar aos pacientes acometidos de doença cardiovasculares, melhores condições físicas, psicológicas e sociais para que, por meio da geração de autonomia, preservem ou reassumam seus lugares na sociedade. No ano de 1994, a Associação Americana do Coração descreveu que a reabilitação cardíaca não poderia ser limitada somente a um programa de exercícios, devendo incluir estratégias multifacetadas com o objetivo de minimizar os fatores de risco modificáveis das doenças cardiovasculares. Assim tornou-se importante que o PRC fosse composto por uma equipe multidisciplinar, com a presença de médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, educadores físicos, nutricionista e psicólogos.  Estes programas promovem ao doente o aumento na capacidade funcional, verificando-se a manutenção de ganhos ao longo dos meses subsequentes. A reabilitação cardíaca se divide em 4 fases: fase 1 (hospitalar) que se destina à recuperação inicial do paciente; fase 2 (ambulatorial) inicia-se após alta do doente, pode compreender de 3 à 6 meses; fase 3 pode durar entre 6 à 24 meses e tem como principal objetivo o aprimoramento da condição física e fase 4 considera-se uma fase de longo prazo, que visa manutenção dos ganhos obtidos durante toda reabilitação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia