A CAPOEIRA NOS SÉCULOS XX E XXI

Rômulo Meira Reis, Felipe da Silva Triani, Silvio de Cassio Costa Telles

Resumo


O presente manuscrito, de caráter ensaístico, propõe algumas reflexões no tocante à capoeira, suas características e associações com a sociedade brasileira. A fim de atender ao objetivo do texto, esse trabalho foi desenvolvido a partir de uma pesquisa de abordagem qualitativa adotando a investigação bibliográfica como técnica de aproximação com os dados. As reflexões demonstram como a capoeira, historicamente, vem sendo objeto de reconfiguração de acordo com as transformações sociais. Nota-se que há tempos persiste a discussão sobre seu caráter esportivista, chegando a ser proposta, inclusive, como modalidade olímpica. Portanto, embora as discussões científicas sobre a temática tenham avançado, os debates sobre suas características identitárias ainda persistem.


Texto completo:

PDF

Referências


ASSUNÇÃO, M. R. Ringue ou academia? A emergência dos estilos modernos da capoeira e seu contexto global. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, vol. 21, n.1, Rio de Janeiro, jan/mar 2014.

BARBOSA, G. Uma possível “simbiose”: vadios e capoeira em Alagoas (1878-1911). 129f. Dissertação de mestrado. UFAL, PPH, Maceió, 2017.

CAMPOS, H. Capoeira nas universidades: uma trajetória de resistência. EDUFBA, 2001.

CAMPOS, H. Capoeira Regional: a escola de Mestre Bimba. EDUFBA, 2009.

CRESSIONI, F. E. de G. Capoeira contemporânea: compreensões decorrentes de mestres autodeclarados. 135f. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2013.

CUNHA, F. S. da. Capoeiras e a Revolta da Vacina. Revista Espaço Acadêmico. Nº 166, mar/2015.

DIAS, L. S. Quem tem medo da Capoeira? Rio de Janeiro, 1890-1904. Rio de Janeiro. Arquivo Geral da Cidade. Coleção Memória Carioca, v.1, 2001.

FALCÃO, J. L. C. Aspectos do desenvolvimento da capoeira: transnacionalidade, resistência cultural e mobilidade. Criar Educação. V.5, nº1, Criciúma, jan/jun, 2016.

GONÇALVES, N. P da C. A epistemologia do ensino da capoeira na Escola de Educação Física e Desportos da UFRJ. 197f. Dissertação de Mestrado. PPGEF-UFRJ. UFRJ, 1997.

HOBSBAWN, E.; RANGER, T. A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

IPHAN. Inventário para Registro e Salvaguarda da Capoeira como Patrimônio Cultural do Brasil. Brasília, DF, 2007.

LACÉ LOPES, A. L. A capoeiragem no Rio de Janeiro: primeiro ensaio – Sinhozinho e Rudolf Hermanny. Rio de Janeiro: Europa, 2002.

MARINHO, I. P. Subsídios para estudo da metodologia do treinamento da capoeiragem. Imprensa Nacional. Rio de Janeiro, 1945.

OLIVEIRA, J. P. de O.; LEAL, L. A. P. Capoeira, identidade e gênero: ensaios sobre a história social da Capoeira no Brasil. EDUFBA, 2009.

OLIVEIRA, V. de. Mundo submerso (memórias). 3 ed. Recife: s/e, 1985.

RÊGO. W. Capoeira angola: ensaio etnográfico. 2ª. ed. Rio de Janeiro: MC&G, 2015.

REIS, L. V. de S. O mundo de pernas para o ar: a capoeira no Brasil. São Paulo: Publisher Brasil, 1997.

REIS, R. M; TELLES, S. C. C. A capoeira nas universidade: a Universidade Gama Filho. In: Anais do XI Congresso Ciências do Desporto e Educação Física dos países de língua portuguesa. Suplemento n.5. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 20, p.447, 2006.

SÁ-SILVA. J. R; ALMEIDA, C. D. de; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais. Ano I - Número I - julho de 2009.

SOARES. C. E. L. A negregada instituição: os capoeira na corte imperial 1850-1890. Rio de Janeiro: Access, 1999.

SOARES, C.E. L. A capoeira escrava e outras tradições rebeldes no Rio de Janeiro 1808-1850. 2a ed. Campinas: UNICAMP; 2001.

STF. Inviável pedido ao STF de inclusão da capoeira nas Olimpíadas de 2016. Brasília, 2015.

VEYNE, P. Como se escreve a história. Edições 70. Portugal, 2008.

VIEIRA, L.R. O jogo da capoeira. Rio de Janeiro: Sprint, 1995.

VIEIRA, L. R; ASSUNÇÃO, M. R. Os desafios contemporâneos da capoeira. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, 2009.

VIEIRA, S. L. S. Capoeira - The Brazilian Martial Art. In: DACOSTA, L. (Org.). Atlas do Esporte no Brasil. Rio de Janeiro: Confef, 2006.

ZONZON, C. N. Gênero, malícia e tradição. In: POCHAT, A; SIMPLÍCIO, F. (Org). Pensando a capoeira: dimensões e perspectivas. Rio de Janeiro: MC&G, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário ';



Direitos autorais 2020 Rômulo Meira Reis, Felipe da Silva Triani, Silvio de Cassio Costa Telles

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia