HIPERTENSÃO PULMONAR

Ana Paula Ferraz de Oliveira, João Guilherme Alves da Silva, Ana Paola Porciuncula Beltrão González Montes

Resumo


A hipertensão pulmonar (HP) é uma doença crônica e progressiva, caracterizada pelo aumento da resistência vascular pulmonar (RVP). O aumento da RVP ocorre em geral por mecanismos mistos, envolvendo vasoconstricção e remodelamento da parede arterial (arteriolar), a qual resulta em aumento da pressão arterial pulmonar média acima de 25 mmHg em repouso, ou acima de 30 mmHg durante exercício. Esta condição gera sobrecarga do ventrículo direito (VD), e na fase tardia promove quadro de insuficiência cardíaca e morte. A HP é classificada em 5 grupos, sendo a Hipertensão Arterial pulmonar (HAP) correspondente ao grupo 1, esta consiste em uma síndrome complexa, com prognóstico reservado e sem cura, que afeta negativamente a qualidade de vida dos pacientes. Disfunção endotelial, anormalidades na coagulação, desequilíbrio entre agentes vasoconstrictores, vasodilatadores e inflamação, são alguns dos fatores relacionados com a patogênese da doença. Os pacientes com HAP podem apresentar intolerância ao exercício, dispneia acentuada, fadiga ou fraqueza, que limitam as suas atividades da vida diária. O estado funcional destes pacientes é classificado conforme a gravidade da doença e reflete o impacto na vida dos mesmos em termos de atividade física e sintomas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia